10 de mai. de 2022

O que Gilda me traz

Escrever e desenhar minha graphic novel, Gilda, está sendo um grande desafio.
Depois de trinta anos sintetizando as minhas mensagens em uma única cena

(charges, tirinhas e cartuns), desenhar uma HQ longa é desafiador.
Não é uma história de humor. Como vocês sabem, o humor é minha zona de conforto,

a área que domino há muitos anos.



O desafio está em levar as pessoas a sentirem as emoções que quero transmitir com a história.

Convidá-los a entrar nesse mundo através de desenhos e palavras.
Com o desenho de uma única cena, tudo está ali, é como uma explosão em uma imagem só.
Já com os quadrinhos, cada desenho, cada detalhe, cada traço, cada palavra ou a ausência dela,

prepara quem lê para a emoção final.
Outro detalhe é que uma história longa é uma construção feita com cada tijolinho em seu lugar

certo. Se o autor erra a mão, já era! Perde-se todo o trabalho.
Ter o domínio de cada momento da história é algo que demora anos para aprender. Quem está no

início da caminhada, como eu, pena muito para chegar até lá. Isso faz parte do caminho.
Mas, vale a pena. Cada página é um aprendizado novo, uma exigência nova, um desafio,

mas também uma vitória, uma conquista pessoal, uma realização como artista.



Em resumo, creio que foi uma boa escolha esse desafio. Meu desenho já amadureceu muito desde que comecei a me inclinar para essa ideia e a fazer os rafes dos estudos para ela. Tenho a nítida certeza de que sairei um artista melhor dessa jornada e que assim inicia-se um novo momento em minha carreira de autor.

Vamos em frente.

- Rico



6 de mai. de 2022

Artes Originais

 



Artes Originais disponíveis para aquisição
Pincel, nanquim e aquarelaPapel Canson 200g
21,0 x 29,7 cm
Ano: 2022